Mértola – Escapadinha de fim de semana

Se não está de férias… por que não aproveitar pelo menos o fim de semana para dar uma escapadinha da rotina ?

Mértola é uma boa opção, principalmente para quem vive em Lisboa e arredores… em 2hs 30min aproximadamente estás lá… O tempo está quase sempre bom, no verão pelo menos… e tem opções de barragens… sem excesso de gente como ficam as praias do Algarve nessa altura do ano… e claro… boa gastronomia… a gastronomia alentejana!!

Como hospedagem, optamos por um local com piscina para poder aproveitar melhor o Domingo antes de retornar… o intuito era fazer SUP (Stand Up Paddle), daí termos optado pela barragem da Tapada Grande, em Mina de São Domingos.

Ficamos hospedados na “Quinta do Vau“, vejam mais detalhes no post do link. A localização é muito boa… e tem uma vista brutal do Castelo e do Rio Guadiana. Mesmo sem transporte, é possível ir a pé até a vila.

Na 6ªf ao fim do dia fomos jantar em Moreanes no Restaurante “O Alentejo“, vejam o post para ter mais detalhes, um restaurante tipicamente alentejano, aonde poderá se deliciar com os pratos tradicionais. Não deixem de reservar…

Outro restaurante muito bom que fomos em Mértola, no caminho para o Castelo, foi o Tamuje, também com comida típica alentejana…fazer o que né? não é todo dia que temos oportunidade de comer esses pratos mais tradicionais.

Depois irei criar um post para este restaurante porque realmente faz sentido partilhar com mais detalhes a experiência….mas deixo aqui as fotos para se deliciarem com as gambas de entrada…a tradicional açorda de bacalhau preparada diretamente na mesa ou as lascas de bacalhau… e fechamos com a tradicional sobremesa… sericaia…

Como sugestão para visitar, vale a pena caminhar até o Castelo e apreciar a paisagem lá do alto, vale muito a pena… confirmem pelas fotos… antes visite a Igreja Matriz de Mértola, que fica mesmo ao lado do Castelo em seguida… entre para apreciar a exposição que tem no castelo e ver a linda vista da paisagem do Rio Guadiana..

Se tiver oportunidade de ir ao fim do dia….vá… a luz é linda!!! … e claro não deixe de ver também a noite… linda imagem do castelo que reflete no Rio Guadiana… simplesmente lindo!

O que acharam de Mértola? Ficaram com vontade de visitar? eu fiquei com vontade de voltar…e já sinto saudades…

Espero que tenham gostado a partilha…e até a próxima em Naboavida.blog

Praia Vale Figueiras – Aljezur

Micro Bistrô Bar – Carrapateira

Hoje, depois de darmos uma volta pelo Pontal da Carrapateira, paramos para almoçar na vila num pequeno restaurante mas que surpreendeu pela qualidade da comida servida…e pela diferença e criatividade dos pratos… fomos ao Micro Bistrô…

Eu optei por um hambúrguer de frango com beringela e gourgete sobre um pão pita…muito bem temperado… estava mesmo delicioso… o meu era o Marrakech e o Rui comeu o Sevilha que vinha com pimentos… cebola, tomate, ovo e hambúrguer de vaca…

Fica a dica de um bom restaurante em plena vila… espero que tenham gostado e até a próxima em Naboavida.blog

Praia da Amoreira – Aljezur

Praia da Cordoama

Passeio pela Quinta das Alfambras

Cantinho do Petisco – Lagos

Praia de Dona Ana – Lagos

Quinta das Alfambras – Algarve

Nos feriados de Dezembro resolvemos sair um pouco de Lisboa e relaxar um pouco num lugar com muito verde, mar, enfim…Natureza… e fomos para o Algarve porque pelo menos podíamos sair todo o dia sem restrições no fim de semana e no feriado… já que tínhamos que trabalhar…

Ao pesquisar no Booking.com encontramos a Quinta das Alfambras com muito boas recomendações…

A Quinta das Alfambras… é mais do que um local para se hospedar… é um local para se sentir em casa, visto oferecer todo o conforto de uma casa, com os serviços de hotel… e um atendimento 5 estrelas…

Para pequeno almoço, tínhamos 4 opções… que escolhíamos na véspera… e indicávamos o horário em que seria disponibilizado na varanda da casa… um tinha ovos… outro tinha iogurte com granola… frutas, pães, e tudo o que um bom pequeno almoço pode possuir… sem desperdícios…. mas mais do que suficiente para o que sobrasse para guardar para o lanche da tarde.

Os anfitriões se preocupavam, inclusive, por deixar capsula do Café expresso Delta para a máquina disponível na casa… Se pretende almoçar ou jantar na casa… tem todo a comodidade de uma cozinha completa, frigorífico com congelador, fogão, forno, microondas, máquina de café expresso… e até cápsulas para a máquina de lavar louça… a casa é decorada e equipada com pormenores de quem tem muita atenção com os hóspedes… ficamos encantados com o lugar…

Com certeza vamos voltar no verão para aproveitar a piscina fantástica que estava disponível… e infelizmente não tivemos coragem de dar um mergulho… um detalhe muito engraçado…tem um galo rouco…que canta pela manhã….leu bem sim…galo rouco!! e tem um labrador preto lindo!! o Pepper…

Fomos com a expectativa baixa quanto aos restaurantes….e fomos surpreendidos por ótimos restaurantes próximo… dentre eles posso citar em Aljezur o “Gulli Bistrot“, “Várzea Bistrot” (do mesmo dono do Gulli – ambos muito bons!), se prefere pizza… não deixe de experimentar o “Arte Bianca“… ou se vais optar por petiscos… experimente a Petiscaria Altasko

Fomos um dia até a Bordeira e comemos uma sopa de peixe, amêijoas… seguida de uma massada de peixe, muito bons também!! no “Sítio do Rio”…se quiser ver mais detalhes clique nos links que irá direto aos posts que fiz de alguns dos restaurantes).

Outra grande vantagem da localização… é o fato de estar ao lado de Aljezur, Arrifana, Vila do Bispo…. todos locais de praia…e ao mesmo tempo a quinta se encontrar no meio de um pinhal… ar puro 100% do tempo…

Cercada de praias para visitar e surfar (para quem surfa…) fomos a algumas, por exemplo: Arrifana, Monte Clérigo, Amoreira, Bordeira, e se passar para a Vila do Bispo ainda podem encontrar mais… Como Faro estava com restrições não podíamos mudar de concelho…

Se quiserem mais detalhes ou mais dicas….estejam a vontade para perguntar…espero que tenham feito essa viagem de relaxamento comigo pelas fotos e comentários… e pelos posts associados…

O que acharam da Quinta das Alfambras? Ficou com vontade de conhecer?

Até a próxima…em Naboavida.blog

O Abocanhado

Pensa num lugar de tirar o fôlego… agora multiplica por 10…e ainda assim vai estar longe da vista que vais ter o prazer de apreciar enquanto janta no Restaurante “O Abocanhado”…

Me acompanha nesse jantar e espero que aprecie como eu apreciei… Quando passar pelo Gerês não deixe de ir ao “O Abocanhado”… almoçar ou jantar… recomendo que faça reserva previamente… para que possa conseguir um lugar privilegiado como o que conseguimos..

Apanhamos um dia sem vento e céu limpo… apreciamos o pôr do sol durante todo o jantar… não querendo ser piegas…vimos um espectáculo da natureza durante o nosso jantar… e isso tudo acompanhado de uma comida fantástica… que ja irei apresentar para vocês em fotos…

Esta semana estávamos relembrando o jantar…e sabe qual foi a primeira palavra que nos veio a cabeça? PAZ!! o local te transmite uma paz muito grande pela beleza… pela comida e pelo atendimento… os colaboradores são muito queridos mas sem ficar chateando o tempo todo… não fazem qualquer pressão para liberar mesas… deixam as pessoas bem a vontade para apreciar o pôr do sol… ou seja… são pelo menos 2 horas de paz…nesse lugar fantástico no meio do Parque do Gerês…

Vamos agora para a melhor parte… depois da vista… sem dúvida é a comida… optamos na entrada por morcela com puré (chutney) de maçã….adorei e vou fazer em casa sem duvida… devido ao calor, eu acompanhei meu jantar com um jarro de limonada com hortelã bem fresquinha… o Rui optou pelo vinho branco…

Para prato principal, escolhemos a Tibornada de Bacalhau…que nada mais é que: Bacalhau grelhado, lascado em cama de morcela e legumes, regado com azeite, alho e cebola… acompanhado com batata a murro e broa de milho frita…. estava m a r a v i l h o s o prato…eu optei pela carne: Posta à Abocanhado… que era a posta de alcatra grelhada acompanhada com trouxe de couve de migas e batata a murro… tão boa quanto o bacalhau… ousava afirmar que qualquer prato teria sido uma boa opção…

Seguimos admirando a paisagem… não resistimos e optamos pela sobremesa dos gulosos…. aonde temos 3 sobremesas “pré definidas” + 1 à escolha do chefe… a nossa escolha foi a uva…que jogou muito bem com as demais….porque tirava o doce excessivo e nos permitia comer tudo!!!

Quando o sol acabou de se pôr…. tomamos o nosso café e voltamos para a Caniçada…aonde estávamos hospedados…

Com esse jantar… encerramos a nossa semana de férias no Parque do Gerês…

Ao nivel de preço… achei bastante justo para o que comemos…além de que a vista não teria preço… mas essa foi oferecida!

Espero que tenham viajado comigo nesse lugar maravilhoso…e que tenham ficado com água na boca. Quando tiverem a oportunidade de ir ao Gerês… não deixem de experimentar esse restaurante… “O Abocanhado” … o restaurante fica próximo de Vilarinho das Furnas…

Se gostaria de mais informações….deixe seu comentário… se ja conhece… partilha comigo a sua opinião…

Até breve com mais novidades em Naboavida.blog…

Arte Bianca – Aljezur

Bateu vontade de uma boa pizza…e a Arte Bianca não decepcionou… mais um bom restaurante escondido em Aljezur…

Como entrada, optamos pela bruschetta … bom tamanho e com bastante recheio… confira na foto abaixo!

Quanto a pizza, ambos optamos pela Diávola… picante como era suposto… massa fina como eu gosto com a borda crocante…

A sobremesa foi a panacotta…não era a tradicional… era coberta com chocolate, lascas de coco e uvas.. uma delícia.. sou mesmo gulosa 😊

Se ficou com água na boca.. não deixe de experimentar quando vier a Aljezur…

Até a próxima em Naboavida.blog!!!

Gulli Bistrot – em Aljezur

Fomos conhecer um restaurante em Aljezur… ao contrario da nossa expectativa… só temos elogios.

Não estávamos a espera de restaurantes abertos nesta época do ano e com tão boa qualidade… uma ótima opção e a repetir…

Como a fome não era muita… optamos por pular as entradas… e ir direto ao prato principal e completar com a sobremesa…

Apesar da ementa tender para italiana, pode encontrar desde pratos de carne até pratos de peixe… eu optei pela carne (filet mignon – Porco preto D.O.P. em crosta de sésamo e ervas finas; molho balsâmico agridoce; chips de batata doce)…o Rui pelo Poké Risotto (Poké de lombo de espadarte de Sesimbra e atum vermelho, servido sobre risotto de abóbora e citrinos, amanteigado com ghee e miso)…A minha carne estava macia e deliciosa…mas ainda assim, gostei mais do poké… talvez pela frescura do Poké junto do risotto… foi uma combinação perfeita! Acompanhamos o jantar com sangria…

Claro que não resistimos em experimentar a sobremesa… e de facto…com essas sobremesas vale a pena engordar 😁 Vejam nas fotos ao que me refiro…o tiramisú affogato e uma mousse de chocolate belga maravilhosaaaaa

O ambiente do restaurante é muito agradável…assim como o atendimento, informal e cool ao mesmo tempo!

Você já conhece? Deixe sua opinião!

Até a próxima e espero que tenham curtido a experiência! Em Naboavida.blog

Maloca da Tuttapanna – Restaurante em Vilamoura

Fizemos uma reserva para o Restaurante Maloca da Tuttapanna em Vilamoura porque o tínhamos visto no fim do ano e ficou a curiosidade em conhecer…

Aproveito para partilhar a nossa experiência…ia correndo mal ao chegar…com reserva feita e nos terem sentado no fundo do restaurante… literalmente virados para uma parede…sendo que o restaurante encontrava-se vazio e um casal na nossa frente sem reserva sentou na sala principal….Reclamei, visto não estar a me esconder de ninguém…. e finalmente nos mudaram para a sala principal…

A partir deste ponto posso dizer que a experiência começou a se compor….e para melhor…

Após passar o meu mau humor… resolvemos escolher e pedir uma sangria branca para descontrair…

A decoração do restaurante é muito gira….como podem comprovar pelas fotos….

Os pratos são efetivamente muito bem servidos e deliciosos… o Rui como de costume optou pelo risoto de camarão… que tinha um ótimo sabor e realmente tinha bastante camarão… um prato muito bem servido…

Eu, mais uma vez não resisti e optei pela picanha…o meu prato era mesmo muito bom que qualquer mau humor que eu pudesse ter…foi embora….muito bem servido…e realmente uma picanha que se assemelha a brasileira em todos os aspectos….inclusive nos complementos…como podem comprovar…recomendo !!!!! Não consigo imaginar a quantidade que viria na picanha para duas pessoas….visto essa quantidade toda ser apenas para uma pessoa…

Claro que quando chegou a altura da sobremesa… eu já estava para lá de satisfeita….optamos por partilhar uma panacota de frutos silvestres…cumpriu com o objetivo….e estava boa também!!

Sendo assim…encerramos mais uma ótima experiência… que por causa de um pormenor podia ter sido um desastre logo a entrada… mas que se recompôs com a atenção dispensada a uma reclamação e aos ótimos pratos servidos,,,

Vimos servirem nas mesas próximas pizzas e sushi também com ótimo aspecto…

Espero que tenham ficado com água na boca e com curiosidade de conhecer também…

Se já conhece deixe sua opinião e suas recomendações….até a próxima…Naboavida.blog!!

Petiscos da Bó Gusta – Vila do Gerês

Fomos experimentar o recomendado Petiscos da Bó Gusta… localizado na Vila do Gerês…. o restaurante abre as 19h, mas não reserva…por isso recomendo que chegue 15min antes para não correr o risco de ter que esperar pela segunda ronda de mesas… Convém lembrar que foi reduzido o número de mesas… devido ao Covid…

O que dizer dos pratos? Tudo o que experimentamos estava muito bem confeccionado e saboroso…o atendimento foi um bocado confuso… mas compreensível pelo número de pessoas a atender… e pela época do ano…

Pedimos a tábua mista… bem servida e com variedade…

De petisco pedimos picadinho de carne… esqueci de tirar a foto  no início…..e para completar prego de vitela…

Como já estávamos satisfeitos, pedimos uma sobremesa para partilhar… panacota de frutos vermelhos…delícia!!

Espero que tenham ficado com água na boca….você ja conhecia?? Se já conhece…deixe sua opinião…

Até a próxima em Naboavida.blog!!

Bar do Rio – Paragem no meio da Ecovia Arcos-Sistelo

Esta semana fizemos um dos trechos da Ecovia do Vez….entre Arcos de Valdevez e Sistelo… após caminhar 1h30m paramos numa praia fluvial que tinha um bar de Tapas…. o Bar do Rio!!

Foi uma agradavel surpresa… bar de tapas com muito bom ambiente e muito bem decorado…. ótimo para recarregar as baterias para fazer o retorno ou continuar até o Sistelo…no nosso caso, voltamos para Arcos porque ainda seguimos viagem até ao Gerês.

Bebemos uma Imperial e uma sommersby bem geladinhas com um belo hamburger com btatas fritas rústicas… muito bom !!

Neste bar podes aproveitar para dar um mergulho na praia fluvial…

Espero que tenha curtido o espaço e a dica do passei, que pode ser realizado a pé ou de bicicleta…

Você já conhece? Na próxima vez vamos trazer as bikes para fazer o trecho completo…até a próxima Naboavida.blog

Sal e Praia do Pego

Aproveitando os lindos e longos dias de verão… ontem fomos conhecer a Praia do Pego na zona da Comporta… um passeio bonito e um dia bem passado…

Logo na entrada, tem um bar bastante simpático aonde fomos ao café… e também após o horário do almoço tinha musica e um ambiente bastante simpático para se estar e passar o fim de dia…

Aproveitamos para conhecer além do bar… o Restaurante Sal…convém reservar assim que chegar para conseguir um bom lugar…

Quanto a comida…era boa…não achamos fantástica para o valor dos pratos… paga-se e muito pelo bom ambiente e pela vista… mas já que estávamos lá decidimos experimentar… o atendimento é muito bom… empregados simpáticos e pratos saborosos… não quisemos arriscar em não conseguir almoçar num restaurante que costumamos ir comer o arroz de lingueirão e que podia estar lotado devido a redução do número de mesas em época de pandemia.. e fomos experimentar o “Sal”…

Deixo aqui algumas fotos dos pratos que pedimos… de entrada pedimos a salada de polvo… e como prato principal… bife de atum com batata ao murro e bife do lombo com batatas fritas… a sobremesa esquecemos de tirar a foto..mas foi a bomba de chocolate (essa sobremesa era muito boa! ) …

Espero que tenham gostado da praia e da nossa experiência no Restaurante Sal…

Até a próxima…. Naboavida.blog

O Barril – Reguengos de Monsaraz

Hoje aproveitando o tempo encoberto aproveitamos para visitar o Castelo de Monsaraz… indo almoçar em Reguengos de Monsaraz no Restaurante O Barril, comida típica alentejana…

Aproveitei para experimentar algo diferente… migas de batata doce com carne frita…. superou as expectativas… as migas estavam deliciosas e muito diferente das migas que já havia experimentado… a carne muito bem temperada….o outro prato foi medalhão de porco….Eu particularmente fiquei fã das migas e recomendo…

Como sobremesa optamos pelo toucinho do céu…e de fato….muito bom… isso tudo acompanhado de um vinho branco Reguengos Alentejo doc – Seleção 2018

Apreciem o aspecto dos pratos….se passarem por aqui experimentem… espero que apreciem como nós apreciamos,,,

Até a próxima….Na boa vida.blog,,,,

MEET Vincent Van Gogh – Em Lisboa

Este fim de semana finalmente fui visitar a exposição interativa de Vincent Van Gogh que esteve em Paris ano passado, e que não conseguimos ver quando estive lá… porque os bilhetes estavam esgotados…

A exposição encontra-se no Terreiro das Missas, em Belém. O espaço está muito bem preparado para a fase de pós confinamento… limite de pessoas nas áreas da exposição, máscara obrigatória em todo o percurso, distância social controlada e álcool gel na entrada e na saída… em momento algum me senti desconfortável…

A exposição é bastante fora do vulgar… visto que existe uma narrativa da vida do Van Gogh durante todo o percurso. As explicações e falas são de acordo com o local em que esteja posicionado… é bastante interessante, conhecer os países por onde ele passou….como se tornou um pintor e algumas curiosidades da sua vida e da sua morte também… recomendo que vá assistir… toda a narrativa é feita baseada em cartas deixadas pelo próprio Vincent…

Enquanto anda pela exposição…também pode exercitar a sua veia artística ou “sentir” um pouco do que foi o dia a dia do artista…

Se gostaria de obter mais detalhes sobre a exposição, poderá encontrar no site oficial : https://meetvincent.com/lisbon/

Partilho algumas fotos, que por serem apenas projeções, sem obras originais, são autorizadas durante toda a experiência… podemos ver as imagens dos quadros famosos do artista… o vaso de girassóis, a Casa Amarela, o Quarto, Auto-retrato com a orelha cortada,…

Não deixe de visitar a exposição… porque a experiência é bastante interessante e muito diferente de visitar um museu… Eu já tive a oportunidade de visitar o Museu Van Gogh em Amsterdão e tinha gostado muito… mas essa experiência é completamente diferente…

Espero que tenha gostado do post…e recomendo a visita!

Até a próxima…. Naboavida.blog

Turquia Espetacular – Férias (Dia 1 – Istambul)

Dia 1 – Istambul

O nosso primeiro dia de excursão foi pela cidade de Istambul, com especial incidência para a zona histórica, aonde pudemos ver as casas tradicionais de Istambul… feitas de madeira… essas casas tinha uma curiosidade… os balcões sobressaídos para que fosse possível ver a porta de entrada… como podem observar abaixo…

O passeio teve como ponto de partida a Praça de Sultanahmet que ocupa atualmente o lugar do antigo Hipódromo Romano (330 d.C.) e do qual ainda podemos ver alguns vestígios como é o caso do obelisco egípcio e da coluna serpentina.

Após, fomos à Mesquita Azul, com os seus seis minaretes e níveis de cúpulas. É um dos edifícios mais marcantes da cidade. Construída como uma rival islâmica para Santa Sofia, em 1609, é um dos melhores exemplos da arquitetura otomana.

Um pouco mais de informação sobre Mesquita Azul ou Mesquita do Sultão Amade (em turcoSultanahmet Camii) é uma mesquita otomana de IstambulTurquia. Foi construída entre 1609 e 1616 e está situada no bairro de Eminönü, no distrito de Fatih em frente da Basílica de Santa Sofia da qual se encontra separada por um formoso espaço ajardinado. É a única mesquita de Istambul que possui seis minaretes.

A Mesquita Azul é um triunfo em harmonia, proporção e elegância. Construída em um estilo clássico otomano, o seu magnífico exterior não faz sombra a seu suntuoso interior. Uma verdadeira sinfonia de belos mosaicos azuis de Iznik dão a este espaço uma atmosfera muito especial. Os imperadores bizantinos construíram um grande palácio onde se encontra hoje a Mesquita Azul. Em 1606 o sultão Amade I quis construir uma mesquita maior, mais imponente e mais bonita do que a Igreja de Santa Sofia.

As mesquitas geralmente eram construídas com um intuito de serviço público. Existiam diversos prédios ao lado da Mesquita Azul que incluem: escola de teologia, uma sauna turca, uma cozinha que fornecia sopa aos pobres, e lojas (o Bazar Arasta), cujas rendas se destinavam a financiar o complexo.

A mesquita foi revestida com azulejos azuis e possui ricos vitrais também do mesmo tom. Não há figuras no interior da Mesquita pois os muçulmanos não cultuam imagens.

Ao entrar na Mesquita é necessário tirar os sapatos. Shortes, minissaias, bermudas ou camisetas sem mangas não são recomendados. Funcionários da mesquita fornecem uma espécie de canga para cobrir as partes do corpo que desrespeitam a religião muçulmana. Ela tem 43 metros de altura.”

Neste dia, assim como em todos os outros, estava um calor muito grande… e um aviso que nos deram foi para evitar roupas decotadas e curtas… resumindo… passei um calor enorme!!! Apesar da roupa ser “decente”… tive que vestir uma saia lindaaaaaaa por cima das calças… e colocar a écharpe como véu…Podem conferir nas fotos a figurinha que eu estava fazendo…com minha écharpe colorida…

Tivemos uma cena muito engraçada dentro da mesquita… resolvemos sentar no chão para descansar e tirar fotos… quando vemos… tinha uns chineses tirando foto da gente….e do nada…para um grupo de turistas em volta da gente… resultado… não conseguíamos levantar para ir embora enquanto o guia não acabou todo o discurso… claro que não conseguia parar de rir… e via o Rui passando e nos procurando… claro que não nos encontrava porque estávamos lá no meio…. impossível sermos vistas…admirem nas fotos abaixo os vitrais…

Na praça ergue-se outro magnífico monumento, a basílica de Santa Sofia, um dos maiores edifícios do mundo bizantino. É famosa pelo seu tamanho impressionante, arquitetura marcante e belos mosaicos e frescos. Construída no século VI como catedral, permaneceu como a igreja mais importante do cristianismo durante mais de 900 anos. No século XV, Mehmet II conquistou a cidade e converteu este edifício em mesquita. Assim permaneceu durante 481 anos, até a fundação da República turca laica, em 1934, altura em que foi transformada em museu.

No caminho entre a Mesquita e a basílica era um mar de gente… quase impossível tirarmos uma foto sozinhos… aliás…em qualquer lugar nesse dia era uma luta tirar fotos sossegados…

Fizemos também a visita à Cisterna bizantina da Yerebatan, a reserva de água mais importante da cidade na época bizantina (construída no século VI). A Cisterna é história nos subterrâneos…é a maior das cisternas da cidade com capacidade de armazenar 80,000 metroscubicos de água. Pela grandeza de área que cobre a cisterna, também é mencionada como “Palácio Submerso” em muitos livros. Na antiguidade, as cisternas eram essenciais em períodos de seca ou durante a invasão do inimigo, dava para virar o jogo dos Bizantinos tendo autonomia de agua.

Foi contruída pelo imperador Justiniano durante época dourada do lmperio. Era o principal reservatório do palácio, alimentado pelo aqueduto romano. No total tem 336 colunas, colocados a cada 4 m.

Ao fundo e à esquerda fica a principal atração da visita. Duas esculturas de cabeças de medusa servem de base para duas pilastras, uma deles está de cabeça para baixo, a outra deitada de lado. Os motivos pelos quais as medusas foram usadas para sustentar essas duas colunas e por que elas estão posicionadas essa forma permanecem desconhecidos.

Há quem diga que tenha algo a ver com manter maus espíritos e energias longe dali. Outros afirmam que na verdade elas foram reaproveitadas de uma construção do Império Romano. Seja como for, elas ajudam a manter a atmosfera misteriosa do lugar.

Muitos séculos se passaram entre o redescobrimento das cisternas e a abertura para a visitação pública. Foi apenas em 1987 que a prefeitura de Istambul resolveu limpar, restaurar e explorar o potencial turístico do local. Hoje, podemos acessar a cisterna através de uma entrada próxima à Hagia Sofia. Após descer um lance de escadas em direção ao subsolo da cidade, é possível explorar a construção através de passarelas construídas em toda sua extensão.

Perto das Medusas há uma fonte dos desejos, uma parte da galeria onde você pode jogar uma moeda e fazer um pedido (apesar de que as pessoas fazem isso em qualquer lugar, como vocês podem ver na foto acima). Eu fiz um pedido…você faria?

Atravessaremos a famosa ponte do Bósforo que liga a Europa à Ásia para uma visita panorâmica do lado asiático da cidade.

Em seguida fomos visitar o Palácio de Topkapi… que foi residência de sultões por 4 séculos…

O mais curioso é que pela dimensão das divisões e números de assentos encontrados nas divisões, nos diversos sofás… consegues imaginar o harém espalhado pelo jardim e repousando nessas diferente salas… confira pelas fotos… o jardim é lindo!!