Turquia Espetacular – Férias (Dia 1 – Istambul)

Dia 1 – Istambul

O nosso primeiro dia de excursão foi pela cidade de Istambul, com especial incidência para a zona histórica, aonde pudemos ver as casas tradicionais de Istambul… feitas de madeira… essas casas tinha uma curiosidade… os balcões sobressaídos para que fosse possível ver a porta de entrada… como podem observar abaixo…

O passeio teve como ponto de partida a Praça de Sultanahmet que ocupa atualmente o lugar do antigo Hipódromo Romano (330 d.C.) e do qual ainda podemos ver alguns vestígios como é o caso do obelisco egípcio e da coluna serpentina.

Após, fomos à Mesquita Azul, com os seus seis minaretes e níveis de cúpulas. É um dos edifícios mais marcantes da cidade. Construída como uma rival islâmica para Santa Sofia, em 1609, é um dos melhores exemplos da arquitetura otomana.

Um pouco mais de informação sobre Mesquita Azul ou Mesquita do Sultão Amade (em turcoSultanahmet Camii) é uma mesquita otomana de IstambulTurquia. Foi construída entre 1609 e 1616 e está situada no bairro de Eminönü, no distrito de Fatih em frente da Basílica de Santa Sofia da qual se encontra separada por um formoso espaço ajardinado. É a única mesquita de Istambul que possui seis minaretes.

A Mesquita Azul é um triunfo em harmonia, proporção e elegância. Construída em um estilo clássico otomano, o seu magnífico exterior não faz sombra a seu suntuoso interior. Uma verdadeira sinfonia de belos mosaicos azuis de Iznik dão a este espaço uma atmosfera muito especial. Os imperadores bizantinos construíram um grande palácio onde se encontra hoje a Mesquita Azul. Em 1606 o sultão Amade I quis construir uma mesquita maior, mais imponente e mais bonita do que a Igreja de Santa Sofia.

As mesquitas geralmente eram construídas com um intuito de serviço público. Existiam diversos prédios ao lado da Mesquita Azul que incluem: escola de teologia, uma sauna turca, uma cozinha que fornecia sopa aos pobres, e lojas (o Bazar Arasta), cujas rendas se destinavam a financiar o complexo.

A mesquita foi revestida com azulejos azuis e possui ricos vitrais também do mesmo tom. Não há figuras no interior da Mesquita pois os muçulmanos não cultuam imagens.

Ao entrar na Mesquita é necessário tirar os sapatos. Shortes, minissaias, bermudas ou camisetas sem mangas não são recomendados. Funcionários da mesquita fornecem uma espécie de canga para cobrir as partes do corpo que desrespeitam a religião muçulmana. Ela tem 43 metros de altura.”

Neste dia, assim como em todos os outros, estava um calor muito grande… e um aviso que nos deram foi para evitar roupas decotadas e curtas… resumindo… passei um calor enorme!!! Apesar da roupa ser “decente”… tive que vestir uma saia lindaaaaaaa por cima das calças… e colocar a écharpe como véu…Podem conferir nas fotos a figurinha que eu estava fazendo…com minha écharpe colorida…

Tivemos uma cena muito engraçada dentro da mesquita… resolvemos sentar no chão para descansar e tirar fotos… quando vemos… tinha uns chineses tirando foto da gente….e do nada…para um grupo de turistas em volta da gente… resultado… não conseguíamos levantar para ir embora enquanto o guia não acabou todo o discurso… claro que não conseguia parar de rir… e via o Rui passando e nos procurando… claro que não nos encontrava porque estávamos lá no meio…. impossível sermos vistas…admirem nas fotos abaixo os vitrais…

Na praça ergue-se outro magnífico monumento, a basílica de Santa Sofia, um dos maiores edifícios do mundo bizantino. É famosa pelo seu tamanho impressionante, arquitetura marcante e belos mosaicos e frescos. Construída no século VI como catedral, permaneceu como a igreja mais importante do cristianismo durante mais de 900 anos. No século XV, Mehmet II conquistou a cidade e converteu este edifício em mesquita. Assim permaneceu durante 481 anos, até a fundação da República turca laica, em 1934, altura em que foi transformada em museu.

No caminho entre a Mesquita e a basílica era um mar de gente… quase impossível tirarmos uma foto sozinhos… aliás…em qualquer lugar nesse dia era uma luta tirar fotos sossegados…

Fizemos também a visita à Cisterna bizantina da Yerebatan, a reserva de água mais importante da cidade na época bizantina (construída no século VI). A Cisterna é história nos subterrâneos…é a maior das cisternas da cidade com capacidade de armazenar 80,000 metroscubicos de água. Pela grandeza de área que cobre a cisterna, também é mencionada como “Palácio Submerso” em muitos livros. Na antiguidade, as cisternas eram essenciais em períodos de seca ou durante a invasão do inimigo, dava para virar o jogo dos Bizantinos tendo autonomia de agua.

Foi contruída pelo imperador Justiniano durante época dourada do lmperio. Era o principal reservatório do palácio, alimentado pelo aqueduto romano. No total tem 336 colunas, colocados a cada 4 m.

Ao fundo e à esquerda fica a principal atração da visita. Duas esculturas de cabeças de medusa servem de base para duas pilastras, uma deles está de cabeça para baixo, a outra deitada de lado. Os motivos pelos quais as medusas foram usadas para sustentar essas duas colunas e por que elas estão posicionadas essa forma permanecem desconhecidos.

Há quem diga que tenha algo a ver com manter maus espíritos e energias longe dali. Outros afirmam que na verdade elas foram reaproveitadas de uma construção do Império Romano. Seja como for, elas ajudam a manter a atmosfera misteriosa do lugar.

Muitos séculos se passaram entre o redescobrimento das cisternas e a abertura para a visitação pública. Foi apenas em 1987 que a prefeitura de Istambul resolveu limpar, restaurar e explorar o potencial turístico do local. Hoje, podemos acessar a cisterna através de uma entrada próxima à Hagia Sofia. Após descer um lance de escadas em direção ao subsolo da cidade, é possível explorar a construção através de passarelas construídas em toda sua extensão.

Perto das Medusas há uma fonte dos desejos, uma parte da galeria onde você pode jogar uma moeda e fazer um pedido (apesar de que as pessoas fazem isso em qualquer lugar, como vocês podem ver na foto acima). Eu fiz um pedido…você faria?

Atravessaremos a famosa ponte do Bósforo que liga a Europa à Ásia para uma visita panorâmica do lado asiático da cidade.

Em seguida fomos visitar o Palácio de Topkapi… que foi residência de sultões por 4 séculos…

O mais curioso é que pela dimensão das divisões e números de assentos encontrados nas divisões, nos diversos sofás… consegues imaginar o harém espalhado pelo jardim e repousando nessas diferente salas… confira pelas fotos… o jardim é lindo!!

Para completar tem a vista do Bósforo…uma paisagem muito bonita…com uma vista linda…

Para encerrar o dia, tivemos tempo livre no Grande Bazar, um dos maiores mercados cobertos do mundo, com 60 ruas e 5.000 estabelecimentos comerciais, que atrai entre 250.000 e 400.000 visitantes diários.

É bem conhecido pela sua joalharia, cerâmica pintada à mão, tapetes, bordados, especiarias e lojas de antiguidades. Muitas das lojas no bazar são agrupadas por tipo de bens, com áreas especiais para couro, jóias de ouro, etc.

Do lado de fora do Grande Bazar, assim como em diversos pontos da cidade, podíamos ver os “sorveteiros acrobatas” que brincavam com os clientes e com os cones de sorvete… fazendo malabarismos com os sorvetes…como podem verificar

E desta forma encerramos o primeiro dia da excursão… nos próximos iremos visitar os seguintes lugares:

Dia 2 – Istambul / Ankara

Dia 3 – Ankara / Capadócia

Dia 4 – Capadócia

Dia 5 – Capadócia / Konya / Pamukale

Dia 6 – Pamukale / Éfeso / Izmir

Dia 7 – Izmir / Pérgamo / Tróia / Çanakkale

Dia 8 – Çanakkale / Istambul

Dia 9 – Istambul

Dia 10 – Retorno à Lisboa

Em breve o post do dia 2 – Ankara, com dicas de locais a visitar e fotos para confirmarem o que falo…

Espero que tenham viajado comigo por Istambul neste post… Se gostaria de acompanhar essa viagem…não deixe de seguir Naboavida.blog…

Sunset no Páteo do Guincho

Fim de semana passado reabriu o Páteo do Guincho… assim que recebemos a notificação… fizemos a reserva… já tínhamos saudades do maravilhoso teclado e dos fins de tarde ali….

Então la fomos nós encerrar o fim de semana e nos preparar pra mais uma semana de teletrabalho…

Partilhamos com vocês a nossa experiência através das fotos da bolinha de alheira, o teclado…. que adoramos com lascas de batatas… e os ovos com aspargos…. e acompanhamos com um muralhas bem geladinho…

Isso tudo claro… que acompanhado de um belo por do sol….

Vale a pena realçar que o restaurante estava com todas as medidas de segurança… entrar só com máscaras, distância entre as mesas, álcool gel nas mesas… me senti bastante segura durante todo o tempo…

Se você também sentiu saudades dos seus restaurantes preferidos…deixe aqui seu comentário …de qual restaurante sentiu saudade ???

Espero que tenha curtido o sunset comigo… e até o próximo post em Naboavida.blog

Local – Almoço saudável e delicioso

Ontem almocei com uma moça Mercado de Cascais… no Local … um restaurante voltado pra comida saudável e com muito sabor … além do mercado também pode encontrar na 24 de Julho e próximo da Avenida da Liberdade, na Rodrigo Sampaio…

Vamos ao que interessa… mantendo todas as normas de segurança… as mesas disponíveis mantinham o distanciamento… com cardápio disponível online… optamos por saladas maravilhosas.. eu escolhi de camarão, abacate, edamame e molho de maracujá… acompanhada por sumo de ananás e hortelã…. vejam as fotos e me digam o que acham ?? Água na boca… não?

Naboavida.blog voltando a normalidade mas me mantendo saudável !!!

Espero que curtam… e que visitem…

Primeiro jantar pós confinamento… Capricciosa Carcavelos

Ontem fomos prestigiar um restaurante que adoramos ir para ser o primeiro pós confinamento… fomos a Capricciosa de Carcavelos… comer a nossa adorada salada do Chef com a pizza Diávola… e fechamos com um belo cheesecake dc frutos vermelhos…

Até aí tudo normal…tirando o facto da fila de espera ter que ser feita do lado de fora… ao entrar no restaurante todos tem que passar álcool gel e por uma máscara (quem não tiver eles oferecem) … e as mesas estarem umas muito longe das outras… para manter o distanciamento… o cardápio é o individual da mesa…nitidamente o take away e o Uber eats e o glovo estavam fazendo grande negócio… pela quantidade de entregadores que estavam lá na porta toda hora… pelos vistos é o que está mantendo o negócio…

Resumindo…. parece que voltou tudo ao normal… mas a um normal adaptado aos novos tempos… mas fico feliz de ver que estão todos tentando esse novo normal …

Naboavida.blog saindo de casa aos poucos…

Prestigie os restaurantes que você gosta… para que eles consigam se manter abertos…

Kruger Parque – Africa do Sul

Em 2008, no meu primeiro ano em Angola… aproveitamos um feriado para irmos a África do Sul…fomos a Capetown, Johannesbourg (aonde aproveitei para visitar os meus primos) e por fim fomos fazer o Safari no Kruger Parque… que anos depois descobri que afinal… não era bemmm um safari, visto ser numa área fechada e controlada…em 2015…fiz safaris no Botswana…que ainda irei partilhar aqui…

Este post vou me limitar ao Kruger Parque…em breve…farei um de Capetown… com o “mergulho com tubarão branco”, vista do topo da Table Mountain, Baleias a saltar….e por fim uma visita as vinhas…

No Kruger optamos por ficar no hotel no portão do Parque… ficamos no Protea Hotel Kruger Gate – Marriot… agendamos um safari noturno no dia para o dia em que chegamos e um de 1 dia inteiro para o dia seguinte… Conseguimos atingir o nosso objetivo, ver o Big 5 (Elefante, Rinoceronte, Leão, Leopardo, Búfalo).. claro que o safari não se limitou a esses animais, vimos gazelas, macacos, hipopótamo, girafas, hiena e muito mais…

Do safari noturno o que mais gostei e recomendo… é o por do sol na savana… lindoooooo… de noite é mais complicado de ver os animais… ja estão se recolhendo… vimos hiena….disseram que tinha um leão… que eu nao consegui ver…. e pouco mais…

Muito diferente do que aconteceu no dia seguinte…quando vimos todos os animais… uma recomendação… muito vão com carro próprio… nós optamos por um safari privado…éramos 3….então foi ótimo..cada uma ia num banco com a possibilidade de tirar foto dos dois lados…Além da segurança que senti em ter um guia e poder estar num carro aberto mais próximo dos animais… os guias se comunicam dentro do parque e sabem aonde os animais costumam a estar… senão seria muito difícil em apenas 1 dia ver todos os big five e mais os outros animais… e os big five….vimos mais de uma vez…

Almoçamos numa área de restaurante que se encontra dentro do parque… como expectável…. paga-se caro e não comemos nada de especial….foi mais um lanche….depois jantamos bem no hotel !!

Não podia deixar de partilhar um momento único, em que vimos o leão se espreguiçando e virando… maravilhas da natureza!!

Espero que tenha viajado comigo nessa aventura… qualquer informação, apesar de ja ter sido em 2008, se puder ajudar…estou a disposição… Se gostou deixe seu like…. ou comente…Naboavida.blog

Réveillon em Lisboa – Fábrica Braço de Prata

Esse ano, ao contrário do que tenho o costume, passei o Natal e o Réveillon em Lisboa, e não no Rio de Janeiro com meus familiares… Tenho tido a sorte do tempo e temperatura que tem estado neste inverno… que pelo menos está bastante amena… e se nāo dissesse que era inverno… passava muito bem por primavera ou outono…

O Réveillon, ao contrário de muitos lisboetas que passam na Praça do Comércio, na Expo ou mesmo em Cascais para assistirem a queima de fogos… e outros quantos que pagam valores muito elevados para passarem nos hotéis de renome na cidade… fui passar com um grupo de aproximadamente 20 amigos na Fábrica Braço de Prata, um lugar bastante alternativo… mas que foi muito giro!!! Fui com a expectativa baixa… mas efetivamente superou!! O jantar foi organizado pelas diversas salas e pelo numero de pessoas que as mesas comportavam… não foi nada mal os pratos servidos, no sistema de buffet, tendo inicio por volta das 20h30min… comemos bem e bebemos muito bem e um bom vinho!!! Em seguida, por volta das 22h30m, as salas começaram a ser preparadas para os diversos ambientes que íamos poder usufruir no espaço, aonde tivemos desde dança de salāo até forró, músicas caribenhas, blues… enfim…tinha de tudo um pouco… para todos os gostos…

As 23h30min tínhamos a champanhe disponível para fazer o brinde… e em seguida disponibilizaram a ceia (salgadinhos e pāo com chouriço)… resumindo… nada mal mesmo o serviço!! é uma opção a repetir… caso volte a passar em Lisboa… senāo continuo com a minha tradição do branco em Copacabana, a pular as ondinhas… Esse ano me rendi a me vestir de preto… e tive que mentalizar que a cor nāo importa, mas sim o nosso espírito na passagem do ano…e o astral que estamos…

Claro, que o melhor de tudo no Réveillon foi a companhia do namorado e dos amigos, claro!!! Poder brindar com os meus amigos a virada do Ano, ajuda a minimizar a falta que sinto dos meus familiares que se encontram do outro lado do oceano…

No dia 1 de 2019, mais uma vez, o sol apareceu e os termómetros marcavam 19 graus!!!!! Agora sim… fui almoçar a beira mar, na Capricciosa para começarmos o ano saudável… saladinha e uma pizza… mas não resistimos a Sangria de frutos vermelhos…delicia!! em seguida molhar meus pezinhos e pular as 7 ondinhas… antes tarde do que nunca!!! Muita gente aproveitou o bom tempo para dar um mergulho… fiquei pelos pés mesmo!! a água estava demasiado fria para me aventurar a molhar mais do que os pés…

UNADJUSTEDNONRAW_thumb_529e

Por isso, passo aqui, atrasada para desejar um FELIZ 2019!!! e que continuemos Na Boa Vida…que todos tenham um Ano de 2019 com muita saúde, realizações prosperidade!!

Até o próximo post Na Boa Vida…em 2019!!!

 

Angola – Uma Visita ao Lubango

Nos 8 anos que estive em Angola a trabalho, tive a oportunidade de ir 2 vezes ao Lubango a passeio ( Lubango é uma cidade e município do sul de Angola, situada no planalto da Huíla. É a capital da província da Huíla. Tem cerca de 2 milhões de habitantes).

Para quem nāo conhece, Angola possui paisagens fantásticas e únicas… Uma grande vantagem deste tempo que lá estive, foi a possibilidade de visitar as províncias, normalmente nos feriados prolongados… e testemunhar a realidade deste país, sua cultura, seu povo e me deslumbrar com as suas paisagens encantadoras…

Angola é um país, que apesar de toda a desigualdade social que existe, tudo é motivo de festa, famílias grandes, unidas e que lutam muitas vezes para sobreviver…

Quando se visita o Lubango, normalmente fazemos dois em um, vamos ao Namibe e Lubango. Desta vez, o nosso vôo foi diretamente ao Namibe e subimos a Serra da Leba para chegar ao Lubango, um caminho lindo!! A Serra da Leba é um dos cartões postais de Angola. Verifique se nunca viu esta imagem antes:

 

Ao chegarmos ao topo da Serra e pararmos no Miradouro para as fotos, encontramos uma Festa na Cachoeira… a bebida era refrescada dentro da água fria que corria da cachoeira, colunas enormes de som, alimentadas por um gerador que foi levado para a festa… uma logística impressionante para “a Festa da Cachoeira”… fomos convidados a ficar… por pouco… desistíamos do passeio para ficar na festa… mas como vínhamos de longe… e tínhamos pouco tempo, resolvemos após as fotos seguir viagem… mas foi pena!

Depois de mil fotos tiradas com a Serra da Leba de pano de fundo… seguimos para o nosso destino seguinte… O Cristo Rei de Angola, que fica no Lubango… Ahh pois é… Angola também tem um Cristo Rei… nāo é só o Rio de Janeiro e Lisboa… o Lubango também! e mais uma vez… abençoando sua cidade de braços abertos…

Saindo do Cristo Rei, fomos para a Fenda da Tundavala, lindo!!! simplesmente lindo!! Tive a oportunidade de ver a Tundavala com sol e na segunda vez que fui… com neblina… ou seja, nāo se via rigorosamente nada!

O caminho para lá em 2008 era bastante acindentado, mas em 2013 quando retornei… já estava muito melhor…

2432065620052576823

É nos penhascos da Tundavala que termina o Planalto Central de Angola. Aqui o planalto excede 2200 metros de altitude e cai abruptamente para cerca de 1000 metros de altitude, provocando um desnível deslumbrante com fendas colossais na montanha. Daqui se desfruta uma paisagem magnífica que se estende por dezenas de quilómetros.

Vejam que paisagem deslumbrante… como eu nāo sou muito amiga de altura, nāo consegui tirar fotos muito provocativas… foram mais conservadoras… nāo me aventurei a beira do penhasco…

E agora é hora de voltar para o Namibe…que irei apresentar em breve em outro post…

Espero que tenha gostado de mais um post de Na Boa Vida (deixe seu Like! )… Se desejar mais informações ou dicas sobre Angola e Lubango, deixe suas questões nos comentários… Até breve!!

 

 

 

Cuba – Havana

Havana ou Varadero? E o que acham de acertar em cheio na semana que o Obama resolveu ir a Cuba e com show dos Rolling Stones gratuito?? Não é qualquer um que acerta justo esta semana… e como descobrimos isso? Quando não tinha nem hotel… nem hostal disponível em Havana nessa semana.

Resolvemos arriscar um apartamento indicado por um dos Hostals (Hostal Peregrino, aonde tomávamos o pequeno almoço). Correu muito bem, era um apartamento simples, mas bem limpinho e os proprietários era um casal de senhores mais idosos, muito simpáticos e preocupados se estávamos bem ou nāo, eles moravam no apartamento ao lado.

Apesar de ir com as expectativas muito baixas, adorei Havana!!! O povo pode não ter fartura, mas fartam-se de cantar, tocar e dançar!!! Acho que todo cubano sabe tocar um instrumento ou sabe dançar… fiquei bastante impressionada com a animação na cidade. Come-se bem e bebe-se bem também! Uns mojitos maravilhosos!!!!

Fizemos tudo o que é recomendado a um turista fazer, fomos aos bares e restaurantes recomendados, tipo La Bodeguita del Medio, Floridita… recomendo ambos!! Almoçamos na Floridita e lanchamos na Bodeguita… tudo ótimo, inclusive os mojitos!!!

Jantamos assistindo o Buena Vista Social Club… Show fantástico e foi muito divertido!! O jantar também superou as expectativas, comida boa, preço justo e adorei ter a oportunidade de ver grandes celebridades cubanas cantando…

Andamos nos carros antigos para fazer o City Tour até a casa/museu do Che Guevara.

Por isso, pouco ficou por fazer ou ver em Havana, mas gostava muito de voltar… é uma cidade muito divertida de se estar e conviver…Recomendo!!!

Quem nunca foi….vá!! e dê prioridade por Havana ao invés de Varadero…No próximo post, falarei um pouco sobre Varadero e minha experiência de mergulho.

Namíbia – Experiência num Balão

Sempre escutei falar sobre passeios de balão, quer na Turquia, Myanmar ou até mesmo no Alentejo em Portugal… mas minha primeira experiência de balão foi no deserto da Namíbia. Todo o passeio foi organizado pelo Dunas Safari.

Posso dizer que foi uma das minhas melhores experiências de viagem!!! Recomendo!!! Sei que muitos se perguntam: é perigoso? Como subo para o balão? Vale a pena o que se paga? Ih tenho medo de alturas e tenho vertigens, como posso andar de balão??

Bom… essas eram algumas perguntas que eu me fazia e que me fizeram quando viram as Fotos que divulguei…

Passo a contar como correu… estávamos hospedados num lodge em Sossuvlei, na Namíbia… o voo de balão estava agendado para às 5 da manhã… e por que tão cedo? As Fotos abaixo dirão!!! Ver o dia nascer dentro de um balão é inexplicável… lua cheia de um lado e o sol nascendo do outro… que visual lindo… diria que é mesmo de sonho…

Quanto a entra no balão não tem muito mistério, colocam uma escadinha, facilmente entra-se para o balão… No dia em que andei, saíram 2 balões… o que torna o passeio ainda mais bonito, quando podemos além da paisagem, que por si só já é maravilhosa, observar o outro balão… eram mais ou menos 8 pessoas por balão… tranquilo e espaçoso… quentinho… mas como estava fresquinho por causa do horário… até ficava bastante agradável a temperatura no balão… medo? Nenhum!!! Nem lembrei do medo nem das vertigens… a beleza da paisagem é tanta que você não consegue pensar em mais nada além de apreciar o momento…

O meu passeio terminava com um pequeno almoço no meio do deserto… pasmem… Regado a champanhe!! Momentos como esse não se repete com muita regularidade e sou agradecida de ter tido oportunidade de os ter…

O retorno foi feito de jipes desmontaram os balões que voltaram em jipes também…

Resumindo: Recomendo!!!! Deixem o medo de lado e vivam aventuras que podem ser únicas nas vossas vidas!!!

Se gostaram deixem seu “Likes”, se tiverem dúvidas ou necessitarem mais informações, estejam a vontade para contactar. Em breve, novos posts sobre a Namíbia, as dunas do Deserto de Sossuvlei e Suakopmund.

Até breve!!! Espero que gostem e curtam as paisagens como eu curti!

Festival da Sapateira 2018 – Santa Cruz

Como acontece já há alguns aninhos….Setembro / Outubro é o período do  Festival da Sapateira em Santa Cruz . Comecei a ir por volta de 2010 e já deve ser a 5ª ou 6ª vez que vou… abaixo os meus parceirinhos dos festivais…1ª vez que fui….fui somente com a Vanda directamente de um dia de windsurf na Lagoa de Óbidos…e depois….criou-se o vício! 2014, 2017 e 2018…

 

E o que atrai tanto as pessoas a este festival?

  1. O bom ambiente dos restaurantes nesta altura, mas sugiro reservar com antecedência caso sejam grupos grandes;
  2. A Sapateira fresca!!!! e deliciosa!!!!
  3. O valor de 18,50 euros, sapateira à descrição vale bastante a pena!

Os restaurantes aderentes deste ano (2018) são os seguintes:

Hotel Santa Cruz [R. José Pedro Lopes, Santa Cruz | tlf.: 261 930 330]
La Fontana [Rua Rui Costa Lopes, Santa Cruz | tlf.: 261 933 500]
O Navio 
[Praia do Navio, Santa Cruz | tlf.: 261 937 241]
O Polvo 
[Urbanização do Pisão | tlf.: 261 931 400]
Promar [Praia de Porto Novo, Rua Duque Weelington | tlf.: 261 984 153/261 984 241]
Santa.Come [Pátio Da Azenha,Santa Cruz | tlf.: 261 938 747]

Este ano fui no “O Navio”, conforme nos últimos 2 anos, e continua fantástico! Recomendo!!

Das 2 primeiras vezes fui no Chave d’Ouro, que aparentemente já não participa do festival.

Para que fiquem com água na boca…mas ainda vão a tempo de ir saborear as sapateiras…segue abaixo umas fotos das sapateiras acompanhadas do vinho Gazela branco bem fresquinho. E….para fechar… não deixem de saborear as sobremesas: Bolo de chocolate com bola de gelado (não fui a tempo de fotografar o bolo inteiro….o Rui comeu!!!) e o Carpaccio de Ananás com gelado…eu adorei os dois e recomendo!!!!

DELÍCIA!!!

Ahh …já ia esquecendo de referir o atendimento…foi fantástico por parte das empregadas de mesa e até da dona do restaurante que veio a mesa falar connosco… Será que é porque estávamos bastante divertidos??? se calhar era…e posso garantir que elas se divertiram connosco também !!! Depois de tudo isso…a dona do restaurante nos ofereceu como aperitivo um vinho do Porto para fechar com chave de ouro e não “ficarmos a ver navios” sem um aperitivo…

Resumindo…se ainda não foram…vão !!!! porque vale mesmo muito a pena…Agora….sapateira só ano que vem….porque nem aguento ver uma na frente hoje!!!

Aproveitem!!!! e dêem sua opinião do que acharam!

Até breve!!!

 

Ago/2018 – Desporto Semanal – Padel + Caminhada

A melhor forma de aproveitar o verão….principalmente quando você está trabalhando…é aproveitar o tempo que tem livre… ao ar livre…

Essa semana caminhamos…jogamos padel…foi uma semana bastante movimentada…isso tudo além de trabalhar todos os dias…

Fiz duas aulas de Padel, que ganhei dos meus amigos no meu aniversário… já faz algum tempo…mas agora foi… fiz no Padel Benfica…adorei!!! Acham que não cansa? Cansa e muito!!!!! Na foto estou eu e Vanda Brito tumultuando a aula do Miguel… acho que o prof nem viu o que a gente tava fazendo…ainda bem… o Tomás tem uma paciência com a gente….enorme!!!!

IMG_5618

Conseguimos juntar amigos para um dia das caminhadas…Herculano e Su Coutinho…vieram nos fazer companhia na caminhada….

E claro… que não iam deixar de acompanhar o pão com chouriço e a fartura…

é tentação demais não é não??? As Festas de Paço de Arcos acabaram ontem, só nos resta agora caminhar… e deixar de ser gulosos… Ano que vem tem mais!

#FestaPaçodeArcos #Diversão #Padel #PadelBenfica #Desporto #Caminhada

Ago/2018 – Cerveja Artesanal com Amigos!!!

O fim de semana não podia ter começado de melhor forma… um amigo convida… Cerveja lá em casa na 6ªf ?? mas tem que ser cerveja artesanal!!!!

Eu que nem bebo cerveja, vou ao supermercado para comprar a tal cerveja artesanal…eis que me deparo com uma lista infinita de cervejas que nunca havia escutado falar…e a questão…é artesanal? ou somente uma mera marca que eu não conheço? LoL

Pelos vistos a tal cerveja artesanal está mesmo na moda em Lisboa… este fim de semana ocorreu “O Mercado da Cerveja Artesanal” no Mercado de Cascais, junto com as cervejas teve música ao vivo e também aperitivos / tapas para acompanhar…

Bommm….não fui ao Mercado de Cascais mas fui a um encontro semelhante com amigos…aonde não faltou petiscos…e dos bons…e muita cerveja… artesanal claro!!! e o melhor de tudo… a companhia de amigos…

Essa foto retrata um pouco do que foi a noite…alegria… companheirismo e muita diversão… não precisa uma varanda enorme….pra caber tanta gente…precisa boa disposição e muita cerveja!!!

IMG_5715

#diversão #bemestar #cervejaartesanal #amigos #enjoylife