Costa Vicentina – Praia da Ilha do Pessegueiro

Mais uma praia das diversas da costa vicentina, localizada em frente a Ilha do Pessegueiro. Praia com bar de apoio, estacionamento, praia vigiada e fácil acesso às praias… podem conferir pelas fotos abaixo.

Advertisements

Costa Vicentina – Praia do Malhão

Hoje ficamos pela praia do Malhão na Costa Vicentina

Vale a pena visitar… mesmo ao lado de Vila Nova de Milfontes.

Praia tranquila com parque a porta… depois desce uma escadas com bom acesso à praia, mas um bocado ‘picado’ mas entra-se tranquilamente…

Não tem serviço de bar próximo à praia, por isso convém trazer algo pra comer e beber se for passar todo o dia na praia…

Modo – Férias!!!

Esse ano trazemos as bikes pra passear 🤗

Restaurante Soão – Comida Asiática

Ontem fomos experimentar um Restaurante que está ‘na moda’ em Lisboa – O Soão, localizado em Alvalade… como éramos 6, ficamos numa sala privada… o que foi muito giro… acredito que seja bem melhor do que o primeiro andar… que tinha muita gente…

o

O restaurante trabalha com o Sistema de turnos das mesas… se chegas cedo… as 21:30 tem que liberar a mesa para o segundo turno da utilização da mesa…

Por sorte éramos o último turno e esperamos só um pouco até que nossa mesa fosse liberada… como era tudo novidade e o espaço está muito bem decorado e com bom ambiente… não custou muito esperar… e nos dirigiram a uma pequena sala intermediária muito gira para esperarmos…

A nossa sala era muito gira… Era privada…como podem ver na Foto abaixo…

Provamos praticamente todas as entradas… pão chinês, guiosas, asas de frango e vieiras… as vieiras foram a estrela da noite porque são preparadas na mesa…

Mas as outras entradas estavam igualmente boas mas não tãooooo bonitas…

Quanto as bebidas… tem diversas cervejas… tailandesa, japonesa e artesanais… eu não aprecio cerveja então experimentei um cocktail feito com champanhe…era muito bom e foi recomendado pelo garçom… a flor era comestível…

Nos pratos principais, não fomos pro caril verde e vermelho com frango ou camarão… também comemos a massa com camarão… Os pratos eram bastante saborosos… comi a massa e gostei muito…

Na sobremesa optamos todos pela mesma… uma que misturava chocolate com coco… gostei… mas não adorei…

O jantar foi muito bom… mas não achei tão maravilhoso para o que pagamos… recomendo ter atenção ao que pedem e verem os preços no cardápio antes de pedirem… poderá encontrar pratos por 45 euros por exemplo… vinhos nj

Resumindo.. bom restaurante, bom atendimento e ambiente… mas achei demasiado caro par o que se come e pelo tipo de comida…

Como experiência valeu!!

Se gostou ou já conhece o restaurante… deixe seu comentário 👍😘 Naboavida,blog

Foto do dia #136

Este fim de semana o Rui fez um novo trabalho com as suculentas … ficou tão giro !!!

Gostam ???

Restaurante Tombalobos – Portalegre

No último Domingo, durante um passeio pelo Alentejo…  passamos por Portalegre e resolvemos parar para almoçar… Como não conhecíamos nenhum restaurante, nem nos tinham feito qualquer recomendação, resolvemos escolher pelas indicações do TripAdvisor… encontramos o Restaurante Tombalobos e fomos experimentar…

O que achamos do restaurante? Adoramos!!! Segundo quem nos atendeu… o restautrante foi construído numa parte de um antigo convento… daí o tipo de arquitectura encontrada… apesar do estilo do restaurante… é um restaurante alentejano, mas com uma decoração muito atual… com um ambiente  muito acolhedor… Quanto ao atendimento, as pessoas que nos atenderam foram muito simpáticas,  atendimento rápido… não perdemos uma tarde de passeio a almoçar… Não tínhamos feito reserva, mas conseguimos uma mesa bastante simpática… Tinha desde almoços de família a acontecer… até turistas,como nós, que estavam degustando as maravilhas da culinária alentejana…

O menu não é demasiado extenso, mas possui bastante alternativas de pratos… Não fomos muito criativos, ambos optaram pelo porco preto… eu escolhi as barriguinhas de porco preto no forno, com migas de farinheira de acompanhamento…. o Rui optou pelas bochechas de porco preto grelhadas com espinafres e batatas… A carne estava extremamente macia… com um sabor divinal!! tanto um prato quanto o outro… acompanhamos com vinho branco… que para mim…foi perfeito… visto o dia estar extremamente quente… e o vinho branco fresquinho… caiu muito bem!!

O restaurante apesar de ser do “tipo gourmet”… não era gourmet no tamanho das doses… comemos…. partilhamos um com o outro para provarmos os dois pratos… e saímos bastante satisfeitos… optamos por não comer entradas… mas claro… que não deixamos de comer a sobremesa… eu comi o torrão real… um doce conventual… muito bom… mas não ficou nos meus preferidos…. o Rui, para variar, optou pelo leite creme queimado na hora… estava muito bom!!! 

Resumindo…Recomendo!! o preço é bastante justo para o nível da comida que comemos, ambiente e atendimento… se tiverem oportunidade… ao passarem por Portalegre… não deixem de experimentar o Restaurante Tombalobos… se já conhece… deixa seu comentário… e o que achou… se não conhece…. quando for, comente…se concorda ou não comigo…

Espero que tenham gostado…e até o próximo Naboavida.blog… 

Foto do dia #135

Passeando pelas ruas de Castelo de Vide

Foto do dia #134

Aproveitando o fim de semana em Cáceres – Espanha

Foto do dia #133

A torre a piscar…

www.instagram.com/p/Bz_eAIpnhur/

Gala fim de ano Dance Spot – Tivoli

Ontem foi dia de ir assistir às afilhadas a dançarem Ballet e Hip hop… nem preciso dizer que estavam lindas!!!! A gala da escola de Dança Dance Spot, apesar de longa, foi muito gira!!! E as pequeninas são umas fofuras. É curioso ver a liderança de algumas crianças sobre as outras… se uma errava a que vinha atrás já dava uma mãozinha… um empurrãozinho pra que a outra continuasse…. me diverti imenso !!!

Essa Foto foi do fim da apresentação, não vou colocar Fotos por se tratar de crianças e respeitar a privacidade… tenho pena por ter Fotos lindas dessas crianças lindas a dançar e a dar o seu melhor!! Parabéns lindas 👏👏👏

Sunset na Torre Montparnasse

Tantas vezes em Paris e nunca tinha tido a curiosidade de subir ao topo da Torre Montparnasse.

Mas esta semana… fomos após o trabalho fazer o sunset lá no topo… foi uma agradável surpresa e que não estávamos mesmo a espera… Não só vimos o por do sol, como vimos a torre Eiffel acendendo… Música ao por do sol e um belo copinho de vinho…recomendo a experiência !!!!

Você já conhece?? Já teve a curiosidade de ir a Torre Montparnasse ou ficou pela Torre Eiffel por ser a mais famosa?? (Como eu tinha ficado)

Espero que curtam o visual, que partilho com vocês, da Torre Montparnasse… como eu curti!!!

Em breve o post sobre o Monte Saint Michel… em Naboavida.blog…

A título informativo, não tivemos qualquer dificuldade em comprar os bilhetes na hora, no próprio local e custou 18 euros… o elevador que nos leva ao topo é exatamente rápido, por isso nem fila apanhamos…

Arté breve!!! Naboavida.blog

Foto do dia #132

Pinturas de rua em Montparnasse… não tem como não admirar

Monte Saint Michel

Sabe aquele lugar que você sempre ouviu falar… viu fotos… e diz… gostava tanto de ir lá!! e de repente tenho que ficar um Domingo em Paris por causa do trabalho… e uma amiga me sugere… por que não vai ao Monte Saint Michel? Primeira reação foi… é muito longe… tá doida… vou ficar morta para trabalhar na 2ªf… Depois vou verificar as hipóteses… e as menos cansativas… Existiam 3 hipóteses:

1 – Excursão: em autocarro

2 – Por conta própria – Comboios intercidades

3 – Por conta própria –  TGV

Proponho a uma colega de trabalho o passeio… e vi receptividade… pronto… já tá… agora vamos ter que ir… 🙂

Após verificar as 3 hipóteses, decidimos que o comboio seria menos cansativo… e o TGV apesar de ser mais caro… era o meio mais rápido e menos cansativo… para quem tenha mais tempo… recomendo o intercidade, fizemos um “mix” , fomos nos TGV que sai da Gare de Montparnasse das 08:09 até Dol De Bretagne, com chegada às 10:43 (os tickets podem ser comprados com antecedência na própria gare e também é possível comprar online – TGV = 87 Euros; Intercidade= 27 Euros). Os tickets são comprados “conjugados” com os autocarros (8 euros), tanto o de ida quanto o de volta, tudo correu lindamente… no horário previsto e sem qualquer stress, os transportes realmente funcionam em França… Em Dol de Bretagne, apanhamos o autocarro que nos levava até a cidade de Saint Michel, que dá acesso ao Monte Saint Michel e que também tem uma vanete gratuita que leva e traz até ao monte… e ainda tem como hipótese…ir numa charrete…

Optamos por ir andando até o Monte… e apreciando a linda paisagem… O que acha? Não vale a pena a caminhada?

Na volta, apanhamos o autocarro no mesmo local, partimos às 18:06… em direcção a vila de Villedieu Poelles (chegada às 18:51), e o comboio Intercidade saiu às 19:06, tendo duração de 4 horas (chegada às 22:05 à gare de Montparnasse).

Como podem verificar, a duração da viagem é inversamente proporcional ao preço do bilhete… quanto menos demora… mais se paga… mas valeu a pena a conjugação da ida de TGV e o retorno de intercidades, os comboios são muito confortáveis… não se sente passar o tempo… a paisagem é linda… principalmente a do fim do dia… por isso… mais um prazer do que propriamente uma viagem cansativa… recomendo!!! Estivemos durante 6 horas visitando o monte, o que verifiquei ser suficiente…

Ao chegar a vila de Saint Michel… já estará a apreciar a paisagem fantástica do monte… da ponte que liga ao monte e também poderá observar “formiguinhas” andando pela areia…

É isso mesmo… parecem formigas… diversos pequenos grupos de pessoas fazendo um dos passeios mais cobiçados de quem vai até ao monte… o passeio pelas areias com um guia…. você deve se perguntar… por que preciso de um guia para andar de uma lado para o outro pela areia? as areias anualmente apanham de surpresa alguns turistas e pode ocorrer uma fatalidade… além de não conhecermos bem as marés e podermos ser apanhados de surpresa quando a maré está a encher… também existe o risco de areia movediça… achava que não existia? que era uma lenda… pois não é… existe e pode ser supreeendido no caminho para o monte, a areia é escorregadia e tem pontos de areia movediça… Este passeio não cheguei a fazer, mas ainda volto lá para fazer 3 coisas:

  • Passeio guiado pelas areias
  • Ver o castelo iluminado a noite
  • Dormir dentro do monte para poder assistir o subir e descer das marés

Mas vou relatar o que aproveitei nesse dia… ao entrar nas muralhas do Monte Saint Michel… parece que voltamos no tempo… e estamos algures na idade média… é simplesmente encantador andar pelas ruelas estreitas…

Sempre a subir em direção à Abadia (pode-se comprar o bilhete antecipadamente no site), principal monumento encontrado no monte…. A abadia é desde 1979 classificada como património mundial da UNESCO Agora vou deixar aqui um pouco mais da história:

“O Monte Saint-Michel (francês Mont Saint-Michel) é uma ilha rochosa na foz do Rio Couesnon, no departamento da Mancha, na França, onde foi construído uma abadia (abadia do Monte Saint-Michel) e santuário em homenagem ao arcanjo São Miguel. Seu antigo nome é “Monte Saint-Michel em perigo do mar” (Mons Sancti Michaeli in periculo mari).

Este mosteiro, fortificado no século XIII, integra um conjunto com mais três cidades cujas fortificações e desenvolvimento são notáveis: Aigues-Mortes (1270-1276), ponto de reunião dos Cruzados rumo à Terra Santa, Carcassone, célebre por suas defesas, e Avinhão, sede alternativa da Cristandade (1309-1377). Estas cidades fortificadas, denominadas “bastides” marcavam a fronteira dos reinos ao final da Idade Média, servindo como elementos de defesa e dando ao povo novas oportunidades sociais. Foram construídas mais de 300 só na França, entre os anos de 1220 e 1350. Além das “bastides”, foram projetadas e construídas em toda a Europa, de Portugal à Polônia, e nomeadamente no sudoeste da França, entre 1136 e 1270 aproximadamente, numerosas “villeneuves” (cidades novas), que muito contribuíram para o nascimento e consolidação de uma classe social burguesa.

Arquitetura:

arquitetura prodigiosa do monte Saint-Michel e sua baía constituem o ponto turístico mais frequentado da Normandia e um dos primeiros da França, com cerca de 3 200 000 visitantes por ano. Uma estátua de São Miguel colocada no topo da igreja abacial culmina a 170 metros de altura. Diversos prédios e habitações do sítio são, a título individual, classificados como monumentos históricos (a igreja paroquial desde 1909, por exemplo) ou inscritos no inventário suplementar de monumentos históricos.

A vista a partir da Abadia é linda… neste dia… vimos uma cena bastante curiosa… pessoas fazendo praia nas areias em volta do monte… Apesar do dia ter amanhecido “esquisito”… o sol abriu… e bastante forte!!!

Marés:

O monte era ligado ao continente através de um istmo natural que era coberto pelas marés altas. Ao longo dos séculos a planície alagável em torno foi sendo drenada para criação de pastagens, reduzindo a distância do rochedo à terra, e o rio Couesnon foi canalizado, diminuindo seu aporte de água e acelerando o assoreamento da baía. Em 1879 o istmo foi reforçado e tornou-se uma passagem seca perene. Em 2006 o governo francês anunciou um projeto para tornar novamente o monte uma ilha com a construção de barragens, devendo ser completado em 2012. A última linha de trabalho é agora visível ao pé das muralhas.

Ao longo dos anos… o monte foi sofrendo alterações… ao nível de arquitectura… até chegar ao formato actual…

Podes verificar como estava pela manhã a maré….e como estava ao irmos embora…

Hospedagem e Restaurantes

Ao entrar nas imediações da muralha, fiquei bastante surpresa com a hipótese de poder se alojar no interior do monte, adoraria fazer… e fica nos meus planos para uma próxima visita…

Quanto aos restaurantes, escolhemos para almoçar um com vista para a baía, comemos muito bem!! e por um preço bastante simpático, tinham as “famosas” Formules para o almoço e valia mesmo a pena. Não resisti aos “moules et frites” com um copo de vinho branco a acompanhar… e de sobremesa… tarte normande… adorei!!! Podem conferir nas fotos abaixo 🙂

Espero que com esse post… se você ainda não conhece o Monte Saint Michel… possa conhecer um pouquinho através da minha experiência… que não apenas recomendo… como irei voltar um dia para passar a noite no monte…e fazer o passeio gruiado pelas areias…

Qualquer dúvida ou comentário, estejam a vontade em partilhar… o que eu souber ajudo, o que não souber… posso pesquisar…

Logo ao chegar a vila… encontram um centro de turismo… em que as pessoas que lá estão são super simpáticas e disponíveis a esclarecer qualquer dúvida…

Espero que tenham gostado… de mais um post de Naboavida.blog!! se gostou…deixe seu like!

.

Foto do dia #131

As gares de Paris são muito bonitas… essa é a Gare Du Nord

Foto do dia #130

Pastelaria francesa … você consegue resistir? Não é só bonito… é delicioso mesmo !!! ☺️ https://naboavida.blog/ #pastelaria #patisserie #patisseriefrancaise #patisseriefrancesa #parisfrance #france

Foto do dia #129

Já tá na hora de voltar pra Paris… esse passeio vale mesmo a pena… em breve vou fazer um post com dicas e Fotos no https://naboavida.blog/ #montesaintmichel #france #normandie #normandia #montsaintmichel #passeiodedomingo

Foto do dia #128

O tempo está completamente doido…Paris está um calor insuportável…vejam a previsão para amanhã!!!!

Foto do dia #127

Com o calor que se encontrava hoje em Paris… só se estava bem mesmo era na rua… então fomos dar uma volta por Montmartre e apreciar os artistas e ver o visual da Sacre Coeur… noite fantástica… só me faltou mesmo o Rui… pq esse bairro só me faz lembrar de quando fizemos ano passado ano de namoro e estávamos aqui… saudades….

Foto do dia #126

Estando a trabalhar em Montparnasse… hoje finalmente tirei uma foto da Torre de Montparnasse e fui conhecer as Galeries Lafayette… um charme!! Como tudo em Paris… mas sabem o mais engraçado… estou eu saindo das Galerias e uma senhora me pergunta…. comprou o seu vestido aqui ??? 😂😂 Não… esse é mesmo de Portugal e pra ser mais precisa… da Lanidor… viva o produto português !!! 🤗

Foto do dia #125

Servidos um escargot com vinho branco ? Top!!!

Http://naboavida.blog/ #montmartre #lesambassades #lesambassadesbistro #brasserielesambassades #paris #parisfrance #lesambassades